Hospedagem e comida em troca de trabalho voluntário

Já pensou viajar o mundo todo, pagando sua estadia e alimentação com a força do seu trabalho ou com seus conhecimentos?

work-1372844_1920

Se sua resposta é sim, a Workaway pode te ajudar! O site tem hospedagens cadastradas em mais de 150 países. É indicado para quem quer conhecer outras culuturas e/ou desenvolver sua fluência em algum idioma. Confira os detalhes e algumas dicas para usar o serviço a seguir.

Como funciona o Workaway

O objetivo do site é que as pessoas façam trocas culturais e novos amigos. Não é permitido oferecer atividades remuneradas nem aceitar pagamentos em dinheiro.

O negócio é baseado na confiança mútua entre Voluntários (“workaways”) e Anfitriões (“hosts”). Por isso, os feedbacks com relato das experiências, o preenchimento correto dos perfis dos voluntários e a definição das condições de troca são muito importantes para o bom funcionamento do serviço.

O site deixa claro que não se trata de agência e que não recebe pelas hospedagens. Portanto, a responsabilidade das negociações é dos envolvidos (Anfitriões e Voluntários).

O site não oferece serviços de apoio a visto.

Cadastro do Anfitrião

Cada Anfitrião cadastra gratuitamente o seu projeto ou as regras da hospedagem. Podem ser pessoas físicas ou pequenas organizações. Os projetos podem exigir dos voluntários atividades específicas que exigem formação e experiência (projetos de biologia, tecnologia da informação etc). Ou podem exigir apenas atividades genéricas (faxina, auxílio na cozinha, atendimento ao público etc.).

  • Dicas:
    • caso deseje cadastrar um projeto ou uma hospedagem, descreva claramente tipo de troca que você espera; o cronograma diário das atividades; os horários e tipo de descanso; as acomodações; e o tipo de alimentação oferecida. Seja o mais claro possível;
    • pesquise o perfil do candidato a Voluntário, suas habilidades e a avaliação que recebeu dos Anfitriões anteriores;
    • utilize o chat e converse diretamente com o candidato. Tire todas as suas dúvidas e tente conhecer os hábitos de cada um.

Cadastro do Voluntário

O registro é pago e depende de quantas pessoas você vai inscrever. Existe dois tipos de conta: individual ou conjunta (“couple accouns”). A individual custa US$ 29 por ano e a conta conjunta US$ 38 por ano.

Em ambas as modalidades você deve enumerar suas habilidades e competências, regiões de interesse, idioma, nacionalidade etc.

As contas conjuntas são contas feitas por amigos, casais, famílias ou grupos de pessoas que SEMPRE viajam juntas. Porém, o signatário da conta responde pelos atos de todos do grupo.

  • Dicas:
    • não viaje antes de ter fechado a estadia;
    • caso desista, procure sempre avisar com antecedência. Isso mantém o seu perfil bem avaliado pela comunidade;
    • seja flexível e saiba negociar;
    • esteja sempre disposto a ajudar, inclusive nas atividades mais simples ou braçais;
    • caso esteja pensando em fazer uma conta conjunta, e você não conhece muito bem a pessoa, faça perfis diferentes para cada e APENAS na subscrição para os trabalhos voluntários mencione o link do perfil que você quer inscrever junto. Isso evita que você seja mal avaliado, caso a pessoa que viaje contigo cometa algum erro grave.

Por que é uma boa ideia?

Trata-se de uma plataforma que está se espalhando rapidamente pelo mundo por que aproxima pessoas com interesses comuns, em prol de objetivos comuns e que acreditam na colaboração. Já falamos várias vezes sobre o fenômeno da colaboração aqui no blog (confira aqui 1, 2, 3, 4, e 5).

O negócio parece ser sustentável porque cobra uma taxa do maior beneficiado, o Voluntário. O preço parece pequeno diante do benefício que é muito grande, que é o de viajar e viver experiências culturais (como aprender um idioma ou uma nova cultura), sem precisar desembolsar dinheiro pra pagar sua hospedagem.

Quem poderia gostar da ideia?

Viajantes, aprendizes de outros idiomas, psicólogos, antropólogos, historiadores, geógrafos, marqueteiros, pesquisadores e outros curiosos. Além disso, caso você tenha um projeto para tirar do papel e tem um quarto sobrando, pode oferecer o quarto em troca do conhecimento, habilidade ou experiência profissional de pessoas do mundo inteiro.

Inspirando novas ideias…

A plataforma pode inspirar novas ideias colaborativas para setores específicos, como música e outras artes. Neste caso, a colaboração geraria alguns resultados (obras de arte, faixas de áudio, videoclipes) que podem ser distribuídos mundialmente.

Existe um projeto semelhante voltado especificamente para agricultura orgânica. Você pode conhecer clicando aqui.


Você tem outra sugestão com base nesta ideia? Deixe aqui nos comentários!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *