Um navegador mais rápido, seguro e [quase] sem anúncios

O navegador chama-se Brave e seu criador é Brendan Eich, “pai” do JavaScript e um dos inventores da Mozilla. Segundo ele, será o “fim” daqueles anúncios repetitivos, em quase todos os sites que você visita, sobre um produto que você já comprou (pois bloqueia o rastreamento via cookies ou via pixels).

Outro aspecto importante é que TODOS os sites visitados pelo usuário passarão pelo protocolo HTTPS (ou seja, o mesmo “funil” de segurança usado para transações bancárias e de compras). O Brave está disponível para Mac, Windows, Linux, iOS e Android, mas, por enquanto, é recomendado apenas para usuários avançados, pois está em fase de testes e ainda apresenta alguns erros.

Por que é uma boa ideia?

Porque impede a ação do mais novo tipo de ameaça na internet, conhecida como malvertising (anuncio capaz de instalar um malware no seu laptop, sem que você perceba). Além disso, seu computador pode carregar uma pagina até 40% mais rápido. No smartphone, pode carregar até 4 vezes mais rápido. Veja o teste:

Quem poderia gostar da ideia?

Usuários que não gostam de ser “perseguidos” por anúncios e que se preocupam com sua privacidade. Vários países da União Europeia, por exemplo, criaram leis que obrigam todos os sites a pedir autorização para usar cookies e guardar informações sobre os usuários. Outro explemplo é o aumento de downloads de aplicativos que bloqueiam cookies (o Ad Block Plus chega à marca de quase 400 milhões de downloads).

Inspirando novas ideias…

Apesar de impedir o rastreamento (via cookies e pixels), o Brave não vai eliminar os anúncios totalmente. Por isso, é importante que os profissionais de marketing e TI fiquem atentos para saber quais serão os critérios usados pelo programa para exibir anúncios.

Além disso, a tendência de proteger dados e a privacidade individual deve continuar crescendo nos próximos anos. Várias leis surgirão e será cada vez mais burocrático colher, guardar e compartilhar dados de usuários. Portanto, haverá boas oportunidades de trabalho para advogados e profissionais de TI, que conheçam as novas regras e que sejam capazes de oferecer soluções práticas, tanto para os usuários quanto para as empresas.

Você tem outra sugestão com base nesta ideia? Deixe aqui nos comentários!

Conheça mais: Brave Software | Olhar Digital | Techmundo | br-linux.org | Exame Informática |

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *